Aperte 'Enter' para buscar ou 'Esc' para sair
Blog thumbnail

Museu Pergamon Berlim

Museu Pergamon Berlim

Blog thumbnail

O Museu Pergamon: o museu mais visitado de Berlim

Com mais de um milhão de visitantes por ano, o Museu Pergamon é um dos mais importantes de Berlim e o primeiro museu da Europa projetado para abrigar grandes partes de obras arquitetônicas da antiguidade em seu tamanho original. Alguns exemplos são o Altar de Pergamon (atualmente em restauração), a Porta de Ishtar e a entrada do Mercado de Mileto.

Último museu a compor a Ilha dos Museus, o Pergamon foi construído pelo arquiteto Alfred Messel e inaugurado em 1930. Assim como os outros museus da Ilha, ele foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Mesmo com o Altar de Pergamon sob restauração e não podendo ser visitado até 2023, o Museu merece sem dúvida ser visitado. Outras construções impressionantes como a Porta de Ishtar, a entrada do Mercado de Mileto, o quarto de Aleppo e milhares de objetos da coleção encantam visitantes de todo o mundo e valem a visita.

AS GRANDES COLEÇÕES EXPOSTAS NO MUSEU PERGAMON DE BERLIM

O Museu Pergamon hospeda três importantes coleções: a de antiguidade greco-romana, o Museu do Oriente Médio e o Museu de arte Islâmica.

As obras de maior destaque do Museu Pergamon são:

  • OAltar de Pergamon (em restauração): construído durante o reinado do Rei Eumenes II (197 a.C – 159 a.C) para celebrar a vitória dos atálidas contra os gálatas. O Museu leva o nome do Altar, que possui dimensões acima dos 30 metros de largura e comprimento. No grande friso há uma representação da batalha dos deuses olímpicos com os Gigantes.
  • A Porta de Ishtar: foi construída no reinado do Rei Nabucodonosor II da Babilônia em torno de 576 a.C e era uma das portas de acesso à cidade. Um trabalho impressionante em ladrilhos azuis que inclui além da Porta, a via processional, que levava à entrada da cidade e também está exposta no Museu.
  • A porta do Mercado de Mileto: mais uma peça monumental do Museu Pergamon, com 17 metros de altura e 29 metros de largura. Os restos desta fachada, do século II d.C., foram encontradas por arqueólogos alemães em 1903 e trazidas a Berlim no final de 1908.
  • O quarto de Aleppo: um maravilhoso exemplo de um quarto com painéis de madeira cuidadosamente pintados. O quarto é datado de cerca de 1600 e pertencia a um rico comerciante cristão que vivia na cidade síria de Aleppo.
  • Fachada do Palácio de Mschatta: a fachada de pedra ricamente decorada pertencia ao primeiro palácio construído do deserto de Mschatta na Jordânia. Foi doada pelo sultão otomano ao imperador alemão em 1903, quando foi transportada até Berlim. A data de construção do palácio é incerta, mas estima-se que começou a ser feito em torno de 744.

UMA CONSTRUÇÃO RECENTE: O PERGAMON PANORAMA

Museu Pergamon em Berlim

Em novembro de 2018 foi aberto um novo museu em frente à Ilha dos Museus, o Pergamon Panorama. Pensado para ser um museu temporário (a princípio aberto durante dez anos), mostra algumas peças originais do Altar de Pergamon, que está em restauração, e o impressionante panorama de 360 graus do artista Yadegar Asisi que reproduz a cidade de Pergamon, com sons e iluminação especiais. Além disso uma parte da exposição se dedica a mostrar como foram feitas as escavações e o transporte do Altar para Berlim.

Aproveite nossa oferta de visita guiada no Museum Pergamon e conheça os impressionantes monumentos da antiguidade com um(a) guia qualificado(a), em um tour em português.

Escrever um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avaliação*